Polícia

Torcida do Sport reclama de ação da PM após jogo na Fonte Nova; um foi preso

[Torcida do Sport reclama de ação da PM após jogo na Fonte Nova; um foi preso]
25 de Maio de 2017 às 10:29 Por: Redação BNews
 
Torcedores do Sport reclamaram do esquema montado pela Polícia Militar na noite desta quarta-feira (24), quando o time perdeu para o Bahia o título da Copa do Nordeste, na Arena Fonte Nova, em Salvador. “A polícia da Bahia liberou a torcida do Sport e do Bahia ao mesmo tempo. Estamos encurralados por brigas e tiros de bala de borracha”, registrou um jornalista no Twitter.
 
Outro torcedor do time de Recife escreveu: “torcedores do Sport que estiveram na Fonte Nova detonaram o despreparo da Polícia Militar da Bahia. Rubro-negros foram maltratados”. Ainda na rede social, outro internauta registrou: “polícia militar de Bahia foi orientada pra maltratar torcedores do Sport”.
 
Ao BNews, a assessoria da Polícia Militar detalhou que o policiamento montada para a partida Bahia x Sport envolveu mais de 300 policiais militares distribuídos nas áreas interna e externa da Arena Fonte Nova, com o objetivo de garantir a segurança dos torcedores dos dois times. O esquema de segurança teve início às 17 horas e encerrou às 2 horas desta quinta-feira (25).
 
A PM explicou ainda que a torcida visitante normalmente é liberada 30 a 40 minutos após a torcida do time mandante. No caso do jogo de quarta, como o Bahia foi o campeão, houve a inversão da liberação das torcidas, sendo a do Sport liberada primeiro, porém os ônibus que conduziram os torcedores do Sport ao estádio se atrasaram para pegá-los e houve encontro com a torcida do Bahia. A PM acrescenta que torcedores do Sport jogaram latas nos torcedores do Bahia, mas o Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos (Bepe) controlou as animosidades entre as torcidas.
 
Um torcedor do Sport foi preso por passar uma nota de R$ 50 falsa ao comprar um lanche na entrada do estádio. O vendedor do lanche acionou a PM e o Bepe localizou o referido torcedor no interior do estádio e o conduziu à delegacia especializada do torcedor. Não houve registro de outras ocorrências.
 
 
Antes do jogo
Na tarde desta quarta, policiais da 2ª Companhia Independente de Polícia Militar encontraram, na tarde desta quarta-feira, um artefato explosivo caseiro perto da bilheteria Sul da Arena Fonte Nova, onde são vendidos ingressos para torcida visitante. 
 
De acordo com a Polícia Militar (PM), os oficiais faziam rondas nos portões de acesso, quando homens passaram em um carro de cor prata e jogaram o artefato caseiro em direção às pessoas que estavam na bilheteria. O objeto não explodiu e foi recolhido pela guarnição, que encaminhou para o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Ninguém foi preso.
 
A PM reforçou a segurança nos arredores da Arena Fonte Nova, na tarde de quarta, depois que a torcedores do Leão ficaram indignados com a falta de ingressos para a torcida visitante, e fecharam o tráfego de um dos sentidos da avenida Vasco da Gama.
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar