Geral

Monte Santo: crianças serão recebidas com festa pela família

Há 18 meses longe de casa, os filhos de dona Silvânia chegam nesta quarta-feira ao interior da Bahia

Publicado em 19/12/2012, às 08h30        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Os vizinhos de Silvânia Mota da Silva, 25 anos, estão preparando um bolo para recepcionar, nesta quarta-feira (19), os cinco filhos da dona de casa no retorno para Monte Santo. As crianças, uma menina de 1,5 ano e quatro meninos de 2, 4, 5 e 7 anos, estavam há 18 meses sob a tutela de quatro famílias paulistas, em guarda provisória. As crianças e a mãe deverão desembarcar no aeroporto internacional na manhã desta quarta, em Salvador.

De lá, seguirão para Monte Santo em uma van cedida pelo governo do estado e que será escoltada pela Polícia Federal. O horário tem sido mantido em sigilo. “A casa está preparada para eles. A saudade é muito grande. Está todo mundo muito ansioso”, destacou o tio das crianças, Silvânio Mota, 20.

“A última vez que falei com minha irmã, ela disse que tudo estava bem”, completou. Após a revogação da guarda provisória, as crianças passaram 15 dias em uma instituição de acolhimento para refazer os vínculos com Silvânia.

O juiz Luís Roberto Cappio Guedes Pereira, que estava reavaliando o caso, revogou  a decisão do juiz anterior, Vítor Manuel Bizerra, que autorizou a retirada das crianças da família e o encaminhamento para São Paulo.  

Cumprido o prazo, agora eles voltam para a cidade natal, onde vão viver com a mãe e os avós maternos em uma casa alugada. “Eles estão incluídos no Programa Minha Casa, Minha Vida e por conta da situação, pedimos prioridade”, contou o membro da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado Yulo Oiticica (PT) — que compõe a comitiva que acompanhará a família.

“O ideal é que num momento como esse, depois de mais de um ano longe da família, as crianças tenham privacidade”, explicou a advogada do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente (Cedeca-Ba), Isabella Pinto.


Leia também outras matérias relacionadas:



Juiz determina retorno de crianças à Bahia, após adoções irregulares


Após 18 meses longe de casa, crianças retornam nesta quarta à Monte Santo


Juiz que denunciou adoção ilegal na Bahia sofre ameaças

Classificação Indicativa: Livre