Bahia

Gestão do Hospital Regional de Juazeiro nega supostos desvios: ‘carece de fatos’

[Gestão do Hospital Regional de Juazeiro nega supostos desvios: ‘carece de fatos’]
Por: Reprodução/Google Street View Por: Redação BNews 0comentários

Após o Ministério Público Federal na Bahia transformar em inquérito a apuração de supostos desvios no Hospital Regional de Juazeiro, a unidade de saúde se manifestou nesta quinta-feira (10). Através de sua diretoria, informou que ainda não foi notificada para comentar sobre o caso. 

Ainda assim, alegou que “os supostos ‘desvios’ referentes ao não cumprimento das metas estipuladas carece de respaldo fático”. A Direção disse que a execução dos serviços prestados obedece “aos paramentos qualitativos e quantitativos descritos no contrato de gestão”. 

“Ressalta ainda que o cumprimento das metas contratuais é regularmente auditado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia”, acrescentou o Hospital.

A unidade de saúde também é citada em outro caso judicial. Na quarta-feira (9), a Justiça determinou que o Estado da Bahia transfira os valores atrasados e mantenha em dia o repasse de recursos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro.

A pedido do Ministério Público estadual, o juiz José Góes da Silva Filho mandou que o Estado reestruture a unidade hospitalar, com reforma e aquisição de mobiliário e equipamentos novos. Além disso, a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância Castro Alves (Apmica), gestora do hospital, deverá adquirir insumos e medicamentos necessários ao atendimento dos pacientes. Também deverá realizar exames, consultas, cirurgias e internações previstas em contrato emergencial.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas