Cidades

Hippies recebem ultimato para deixar praça em Conquista e prometem resistir

[Hippies recebem ultimato para deixar praça em Conquista e prometem resistir]
12 de Maio de 2017 às 13:04 Por: Reprodução/Diário Conquistense Por: Vinícius Ribeiro
 
Hippies que trabalham comercializando artesanatos na calçada da Praça 9 de Novembro, em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, receberam na quinta-feira (11) um ultimato de 72 horas para deixar o local. A notificação oficial foi emitida pela Secretaria de Serviços Públicos, após a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) formalizar denúncia junto ao Ministério Público. 
 
“Apesar da importância desta atividade sob o ponto de vista cultural, é sabido que alguns desses artesãos infelizmente tem adotado repetidas condutas que prejudicam todo o comércio da localidade", argumenta a CDL em documento enviado ao MP. Segundo a entidade, o consumo de drogas e bebidas alcoólicas, além de brigas, afastam potenciais clientes das 27 lojas da região.  
 
De acordo com a notificação da secretaria, os artesãos teriam a Praça Sá Barreto e a calçada do Mercado Municipal à disposição para expor suas peças. Porém, a opção não é bem vista pelo grupo já tradiconal na 9 de Novembro. "Não vamos sair daqui. Vamos ficar na resistência. E se vier polícia não vai bater, porque não somos vagabundos. Temos um modo diferente de viver", frisou o artesão Carlos Augusto Júnior, ao Diário Conquistense. 
 
Nas redes sociais, internautas criticaram a determinação, destacando a importância cultural dos artesãos naquela localidade.  
 
 
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar