Polícia

Operação Xavier: Justiça converte prisão de empresário em domiciliar

[Operação Xavier: Justiça converte prisão de empresário em domiciliar]
22 de Maio de 2019 às 09:59 Por: Reprodução / Facebook Por: Redação BNews 0comentários

A Justiça Baiana converteu em domiciliar a prisão preventiva do empresário Aêdo Laranjeira, preso na quarta-feira (15), durante a Operação Xavier, que investiga supostos crimes de fraude a licitações e contratos, falsidade ideológica, peculato, corrupções ativa e passiva, concussão e lavagem de dinheiro na Câmara de Vereadores. O pedido foi aprovado pelo promotor de Justiça Frank Monteiro Ferrari, da 8ª Promotoria de Justiça, que lidera as investigações, e deferido pela juíza Emanuele Vita, da 1ª Vara Criminal de Ilhéus, nesta terça-feira (21).

De acordo com a defesa do empresário, ele faz tratamento contra o câncer de próstata, por causa disso, as condições do presídio Ariston Cardoso iriam debilitar ainda mais a saúde dele. Aêdo é sócio da empresa SCM Serviços de Consultoria Contábil, envolvida em possíveis fraudes nas gestões dos ex-presidentes da Câmara, Lukas Paiva (PSB), Tarciso Paixão (PP) e Josevaldo Machado (PCdoB).

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas