Política

Itabuna: ‘Se for eleito, não vou fazer mais acordo político para indicação de secretaria’, afirma Capitão Azevedo

[Itabuna: ‘Se for eleito, não vou fazer mais acordo político para indicação de secretaria’, afirma Capitão Azevedo]
Por: Reprodução Por: Adelia Felix 0comentários

Ex-prefeito de Itabuna, no Sul da Bahia, Capitão Azevedo (PL) afirmou que caso seja eleito não fará mais acordo político para indicação de secretários em seu possível governo. “Eu fui tolerante por conta de conchavos político, por isso já decidir que se caso for eleito, não vou fazer mais acordo político para indicação de secretaria, temos que fazer acordo por Itabuna”, declarou Capitão em entrevista à Rádio Interativa FM, nesta terça-feira (9).

Na oportunidade, ele também rebateu o atual chefe do Executivo Municipal, Fernando Gomes Oliveira (sem partido), que acusou o ex-gestor de ter deixado dívidas na prefeitura. “Quando assumi a prefeitura também recebi várias dívidas dos meus antecessores, mas nem por isso falei dos ex-prefeitos. Não concordo com a gestão Fernando Gomes, ele é meu amigo, mas não concordo”, disse.

Também entrevista a mesma rádio, na segunda-feira (7), Fernando Gomes afirmou que os ex-prefeitos Vane do Renascer (PRB) e Capitão Azevedo deixaram a prefeitura falida. “Peguei a prefeitura falida por conta dos ex-prefeitos Vane e Azevedo, eles não cumpriram os parcelamentos da previdência, deixaram débito de R$ 70 milhões de precatórios e R$ 86 milhões de débito de FGTS, e a prefeitura não tem como fazer convênios com os governos federal e estadual, pois não tem certidões negativas”.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas