Brasil

TJ-SP mantém decisão que obriga OAS a devolver valor pago por Marisa em imóvel no Guarujá

[TJ-SP mantém decisão que obriga OAS a devolver valor pago por Marisa em imóvel no Guarujá]
26 de Maio de 2021 às 21:36 Por: Divulgação Por: Redação BNews

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) manteve a determinação que obriga a OAS e a Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) a devolverem o valor pago pela ex-primeira-dama Marisa Letícia na compra de um apartamento no prédio do tríplex do Guarujá. 

Em decisão divulgada nesta quarta-feira (26) e assinada no último dia 5, o tribunal rejeitou um recurso da Bancoop. As informações são da coluna de Guilherme Amado, do site Metrópoles.

Em março, o TJ-SP já havia reconhecido que Marisa Letícia havia desistido do imóvel, e ordenado a devolução de todo o valor pago pela ex-primeira-dama. A relatora do caso, desembargadora Mônica de Carvalho, escreveu que a Marisa Letícia declinou da compra por causa de atrasos da Bancoop e da OAS.

Ao fim do processo, se o entendimento for confirmado em eventuais recursos a instâncias superiores, o dinheiro será devolvido ao espólio de Marisa Letícia, morta em 2017. Lula é inventariante.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar