Coronavírus

Procon diz que pais podem buscar negociação de mensalidades em escolas particulares

[Procon diz que pais podem buscar negociação de mensalidades em escolas particulares]
Por: Divulgação/Procon-Ba Por: Yasmin Garrido 0comentários

A Superintendência de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon-BA) destacou que as mensalidades de escolas particulares que tiveram aulas suspensas como forma de prevenção ao novo coronavírus podem ser negociadas. No entanto, a recomendação do órgão é que os pais busquem manter a regularidade de pagamento, uma vez que “não há supressão no serviço ofertado pela escola, mas, sim, um ajuste de cronograma”.

Para o superintendente do Procon-BA, Filipe Vieira, as aulas a distância não podem substituir completamente o período em que o estudante deveria estar em sala, com educação presencial. "Nós estimulamos que o contrato seja mantido em sua natureza, tanto na parte do aprendizado, quanto na parte da preservação das mensalidades, mas recomendamos a negociação em qualquer caso", afirmou.

Já no caso das creches, o Procon-BA defende que a melhor alternativa seria a compensação entre serviço prestado e eventuais descontos, como,  por exemplo, o das refeições não servidas no período. O mesmo valeria, segundo o órgão, para o caso das escolas em tempo integral, em que os pais também podem negociar compensações de alguma natureza com as instituições.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas