Coronavírus

MP-BA pede que frota de ônibus não seja reduzida em Candeias; veja detalhes

[MP-BA pede que frota de ônibus não seja reduzida em Candeias; veja detalhes]
Por: Reprodução/Ônibus Brasil Por: Yasmin Garrido 0comentários

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) recomendou ao município de Candeias que sejam adotadas algumas medidas sanitárias para a utilização do transporte público coletivo. As regras, que envolvem ainda a fiscalização, são necessárias para a contenção da Covid-19 na cidade.

Ainda segundo o órgão estadual, é necessário que se faça a limitação de passageiros e a demarcação de áreas nos pontos de embarque e desembarque em respeito à distância mínima de segurança. Além disso, o MP-BA recomendou que a frota de ônibus não seja reduzida na cidade, como forma de evitar a lotação no transporte público.

Outra recomendação é a “ventilação contínua no interior dos veículos e a higienização dos assentos, portas e mobiliários em todo desembarque final, mediante o uso de produtos saneantes ou álcool 70% ou mais, assim como a utilização, por parte dos funcionários, de máscaras cirúrgicas e luvas descartáveis”.

O órgão estadual pediu também que o município disponibilize álcool em gel no interior dos veículos para a higiene de usuários e funcionários, bem como que seja executado um plano de ação voltado especialmente para os horários de pico, quando a aglomeração é maior, com a presença de agentes públicos para a organização e segurança da população.

A recomendação do MP-BA foi encaminhada ao prefeito, aos secretário de Trânsito e Transporte, de Saúde e à Procuradoria Geral do Município, devendo ser veiculada à cooperativas e sindicatos da categorias e às empresas de transporte que atendem a cidade. O município tem 10 dias para informar quais providências foram adotadas entre as sugeridas pelo órgão estadual.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas