Coronavírus

Pazuello deve dar esclarecimentos sobre estoque de agulhas e seringas, diz STF

[Pazuello deve dar esclarecimentos sobre estoque de agulhas e seringas, diz STF  ]
09 de Janeiro de 2021 às 05:28 Por: Dorivan Marinho/SCO-STF Por: Agência Senado

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), motivado por uma ação ajuizada pelos senadores do partido Rede Sustentabilidade determinou que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, preste informações sobre o estoque de seringas e agulhas da União e dos estados para iniciar a vacinação da população brasileira contra a Covid-19. Ele tem cinco dias para responder, contando a partir desta sexta-feira (8).

O partido Rede Sustentabilidade questionou a decisão do governo federal de suspender a compra de insumos como seringas e agulhas para a condução da vacinação do coronavírus.

Pelo Twitter, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) comentou a ação do seu partido para que o governo informe sobre a suspensão da compra de insumos. 

“Em resposta à nossa petição na ADPF 754, o STF acaba de intimar o ministro da Saúde a prestar informações sobre a suspensão da compra de seringas. Agora o governo terá que demonstrar a compatibilidade do estoque com o plano de vacinação”.

O partido solicitou também que “caso não haja estoques suficientes dos insumos retro, apresente, em 48h, o planejamento de novas aquisições de seringas e agulhas para o cumprimento das primeiras fases (grupos prioritários) do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19”.

O senador ainda comemorou a eficácia da Coronavac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. “Essa é uma vitória da vida, justamente no dia da comprovação da eficácia da Coronavac! Estamos conseguindo garantir a vida do nosso povo apesar da omissão do governo!”, celebrou.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar