Eleições

ACM Neto classifica como censura decisão de juíza e reafirma que estado não fez repasses

[ACM Neto classifica como censura decisão de juíza e reafirma que estado não fez repasses]
21 de Setembro de 2018 às 16:50 Por: Arquivo / Bocão News Por: Redação BNews

O prefeito ACM Neto considerou equivocada a decisão da juíza Ana Conceição Barbuda Sanches Guimarães Ferreira, do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, que o proíbe de informar a população,  na campanha do candidato ao governo Zé Ronaldo, que a gestão estadual do governador Rui Costa não ajudou a prefeitura de Salvador.

“Trata-se de uma censura inaceitável e com certeza o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) irá rever essa decisão nas próximas horas”, disse o prefeito.

Segundo Neto, o governo do estado nunca fez à prefeitura os repasses de verbas a que a capital baiana tinha direito, de modo que sua manifestação no programa eleitoral é baseada em fatos que podem ser comprovados ao longo da gestão do atual governador Rui Costa.

Além disso, a juíza atribuiu ao governo do estado a realização de obras públicas em Salvador que contribuíram para os investimentos na cidade, numa clara alusão às obras do metrô de Salvador, que na verdade foram custeadas pelo governo federal.

“Trata-se, portanto, de uma lógica enviesada através da qual, por exemplo, o governador Rui Costa deveria ser banido de seu próprio programa eleitoral, já que vive dizendo que o governo Temer  persegue o estado da Bahia, mesmo tendo o governador concluído as obras do metrô com dinheiro da União”.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar