Justiça

Trabalhadores podem se mutilar caso indenizações sejam “altas”, afirma ministro

[Trabalhadores podem se mutilar caso indenizações sejam “altas”, afirma ministro]
17 de Maio de 2017 às 13:24 Por: Redação BNews
O ministro Ives Gandra Filho, presidente do Tribunal Superior do Trabalho, afirmou que indenizações não podem ser “altas”, uma vez que isso estimularia a automutilação pelos trabalhadores para receberem os valores. A afirmação foi feita durante participação em uma audiência conjunta das comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE) na última quarta feira (10), no Senado, em Brasília.
Como exemplo, o ministro do TST, que chegou a ser cotado para a cadeira do Supremo Tribunal Federal deixada por Teori Zavascki, contou a história soldados tiravam um dedo na mão esquerda para não irem à guerra. Para Ives, “se você começa a admitir indenizações muito elevadas, o trabalhador pode acabar provocando um acidente ou deixando que aconteça porque para ele vai ser melhor”. O magistrado, entretanto, não explicou o que seriam as tais “indenizações altas”. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar