Justiça

João de Deus é denunciado pela 12ª vez por estupro de vulnerável

[João de Deus é denunciado pela 12ª vez por estupro de vulnerável]
Por: Agência Brasil Por: Redação BNews 0comentários

O Ministério Público de Goiás (MP-GO) apresentou mais uma denúncia contra João Teixeira de Faria, o João de Deus, desta vez por abuso de duas pessoas no Rio Grande do Sul, entre 2009 e 2011. Ele já responde a outras 11 ações por estupro de vulnerável.

O processo também é contra dois guias de turismo, acusados de levar as vítimas até Abadiânia, onde fica a Casa Dom Inácio de Loyola.

De acordo com a promotora de justiça Renata Caroliny Ribeiro e Silva, “os guias eram coniventes e atuavam energicamente para que elas não interrompessem o ‘tratamento’”.

Ainda segundo ela, os homens “chegavam a dizer que eles também já tinham passado por este processo de ‘cura’ , mas que era praticado por outra pessoa e não João Faria”.

O MP-GO afirmou que as vítimas relataram ter contado aos guias sobre os abusos sexuais e que “ eles diziam que as ejaculações poderiam ser muito mais fortes que centenas de cirurgias espirituais que elas poderiam realizar".

João de Deus já foi condenado a 19 anos e 4 meses de prisão em regime fechado por violação sexual mediante fraude contra duas mulheres e estupro de vulnerável contra outras duas.

Ele também foi considerado culpado por porte ilegal de armas, crime pelo qual foi sentenciado a quatro anos em regime aberto.

O médium está preso há mais de um ano e se declara inocente das acusações. A 12ª denúncia contra João de Deus foi realizada no dia 26 de dezembro de 2019 e divulgada nesta segunda-feira (13).

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas