Justiça

STJ decide manter por unanimidade a prisão preventiva de desembargadora do TJBA

[STJ decide manter por unanimidade a prisão preventiva de desembargadora do TJBA ]
Por: Divulgação Por: Redação BNews 0comentários

A Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter, por unanimidade, a prisão preventiva da desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), Maria do Socorro Barreto Santiago, que é investigada na Operação Faroeste.

A investigação apura suposta organização criminosa e lavagem de dinheiro, envolvendo advogados e servidores do TJBA, que teriam feito a intermediação da venda de decisões judiciais.

A defesa da desembargadora alegou ausência de necessidade da prisão preventiva, afirmando que a liberdade dela não traria perigo à ordem pública, mas, o reator do caso, o ministro Og Fernandes, ressaltou que, mesmo após o início das investigações, foi apreendido o valor de R$ 250 mil em propina, no último dia 17 de março.

Segundo o relator, a decretação da prisão preventiva da denunciada se baseou na necessidade de garantia da ordem pública.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas