Justiça

Após divulgar fake news contra Jean Wyllys, empresário bolsonarista é condenado a pagar mais de R$ 41 mil

[Após divulgar fake news contra Jean Wyllys, empresário bolsonarista é condenado a pagar mais de R$ 41 mil ]
Por: Reprodução/TV Por: Redação BNews 0comentários

O empresário bolsonarista, Otávio Fakhoury, foi condenado a pagar R$ 41,8 mil por divulgar uma notícia falsa sobre o ex-deputado federal, Jean Wyllys (PSOL). Segundo a publicação de O Globo, a decisão é da juíza, Mônica de Paula Baptista, do 5º Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro.

Ainda sobre a decisão, o empresário informou que vai recorrer, porque só teria compartilhado o conteúdo de outro usuário e não teria feito juízo de valor. Fakhoury foi condenado ao pagamento do montante, acrescido de correção monetária, a contar do dia em que a sentença foi proferida, com juros de 1% ao mês. Além disso, deverá publicar uma retratação nas redes sociais em que compartilhou conteúdos sobre uma suposta relação entre Wyllys e Bispo, considerada inexistente no inquérito da Polícia Federal (PF, que apura também o atentado. O descumprimento acarreta uma multa diária de R$ 10 mil.

Entretanto, o empresário afirmou também que pretende apresentar recursos "até a última instância" para derrubar a decisão da magistrada.

A publicação aponta que Jean Wyllys entrou com ações judiciais no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), em maio deste ano, contra alguns apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e dos filhos, Carlos e Eduardo Bolsonaro, dentre eles está o empresário. 

O ex-deputado federal afirma que foi alvo de uma campanha baseada em fake news que o associavam a Adélio Bispo, autor do atentado contra o presidente durante a campanha eleitoral de 2018. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas