Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Justiça

Ministra do STF rejeita pedido de Flordelis para retirar tornozeleira eletrônica

[Ministra do STF rejeita pedido de Flordelis para retirar tornozeleira eletrônica]
13 de Outubro de 2020 às 12:10 Por: Fernanda Frazão/Agência Brasil Por: Redação BNews

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmen Lúcia, negou o pedido da deputada federal Flordelis, acusada de ser mandante do assassinato do marido, para que fosse retirada a tornozeleira eletrônica e autorizada a sair de casa à noite.

De acordo com a decisão de Carmen Lúcia, nem o uso da tornolezeira, tampouco a probição de sair de casa durante a noite, atrapalham o "exercício do mandato parlamentar". As informações são da coluna Radar, da revista Veja.

“As medidas fixadas na decisão questionada – monitoramento eletrônico e recolhimento domiciliar noturno – não dificultam ou impedem o exercício do mandato parlamentar, especialmente por ter sido consignado pelo juízo de primeiro grau estarem “excepcionados aqueles (atos) relacionados ao exercício do mandato parlamentar e das funções legislativas a serem desenvolvidos pela paciente”, ratifica a ministra.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso