Justiça

Justiça Federal do DF suspende interrogatórios de Lula em ação sobre caças suecos

[Justiça Federal do DF suspende interrogatórios de Lula em ação sobre caças suecos]
21 de Maio de 2021 às 18:47 Por: Reprodução/Ricardo Stuckert Por: Redação BNews

A Justiça Federal do Distrito Federal suspendeu os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de seu filho, Luís Cláudio Lula da Silva, em processo que apura supostas  irregularidades na compra de caças suecos Gripen para a Aeronáutica. 

Em 2016, a aquisição das aeronaves  rendeu ao ex-presidente uma denúncia no âmbito da Operação Zelotes - sob a acusação de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

De acordo com informações do jornal O Globo, as oitivas, que estavam marcadas para acontecer entre os próximos dias 25 e 28 de maio, foram suspensas por decisão do juiz Frederico Botelho de Barros Viana, da 10ª Vara Federal Criminal do DF.

A ordem foi dada no âmbito de uma ação em que a defesa do petista pede a suspeição dos procuradores da República Frederico de Carvalho Paiva e Herbert Reis Mesquita. No pedido de suspeição, a defesa de Lula argumenta que os procuradores “atuaram com a Lava Jato para criar acusações”. 

Ao suspender os depoimentos, o magistrado entendeu que os fatos apontados pelos advogados precisam de "dilação probatória e contraditório", "sob a ótica da justa causa". Por isso, ele abriu um prazo de 30 dias para que o Ministério Público Federal (MPF) e os demais envolvidos no processo se manifestem.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar