Justiça

Mãe de rapaz assassinado será indenizada 25 anos após juiz vender sentença

[Mãe de rapaz assassinado será indenizada 25 anos após juiz vender sentença]
27 de Maio de 2021 às 18:16 Por: Google Maps Por: Redação BNews

A mãe de um rapaz assassinado em Aquidauana (MS) recebera indenização por danos morais, tanto do Estado, quanto de familiares de quem assassinou seu filho, Daniel Guerra, 25 anos após um juiz local vender uma sentença permitindo que os autores do crime fossem soltos. 

O caso chegou a ser veiculado no extinto programa "Linha Direta", da Rede Globo. Segundo o portal Direito News, na ocasião, o magistrado era juiz substituto na comarca da cidade e recebeu R$ 50 mil, além de novilhas e cabeças de gado, do pai de um dos acusados.

Os primos Maurício Fontanari e Guilherme Fontanari mataram Daniel Guerra, na época com 19 anos, com um tiro após discussão na madrugada do dia 6 de outubro de 1996.

Maria Rosa de Andrade, mãe da vítima, já é falecida. A Justiça determinou o pagamento de R$ 30 mil de indenização. O acórdão data do último dia 18 de maio e cabe recurso.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar