Política

Família de Marielle pede que STJ adie julgamento de federalização do caso

[Família de Marielle pede que STJ adie julgamento de federalização do caso]
Por: Agência Brasil Por: Redação BNews 0comentários

Uma campanha lançada pela família da vereadora Marielle Franco pede ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) a suspénsão do julgamento de federalização das investigações da morte dela e do motorista Anderson Gomes, em março de 2018.

O pedido é assinado pelo Instituto Marielle Franco e a Coalizão Negra por Direitos, formada por 150 coletivos e organizações o movimento negro. O STJ vai julgar no dia 27 deste mês a federalização. A família de Marielle, representada pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro, é contra.

As entidades pedem que o processo "não seja julgado enquanto tramita as investigações no Supremo Tribunal Federal sobre as interferências do presidente Jair Bolsonaro e seus filhos à Polícia Federal".

Ao mesmo tempo, o instituto e a coalizão estão lançando uma campanha para barrar a eventual federalização das investigações. Eles lançam nesta terça (19) o site federalizacaonao.org​ para coletar assinaturas.​

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas