Justiça

Diretores do Banco do Nordeste entram na mira no MP; saiba mais

Reprodução

Contratos, convênios e termos de parcerias firmados pelo BNB com inexigibilidade ou dispensa do processo licitatório serão analisados pelo parquet

Publicado em 25/11/2021, às 09h08    Reprodução    Redação BNews

O Ministério Público do Ceará (MP-CE) decidiu instaurar um processo extrajudicial para investigar se dois executivos do Banco do Nordeste (BNB) estariam atrasando licitações da carteira de microcrédito da instituição propositalmente.

De acordo com informações do colunista Guilherme Amado, do site Metrópoles, o diretor de Licitações do BNB, Haroldo Maia Junior, e o superintendente de Licitações, Jose Valter Bento serão investigados no âmbito deste procedimento.

Contratos, convênios e termos de parcerias firmados pelo BNB com inexigibilidade ou dispensa do processo licitatório serão analisados pelo MP-CE.

Segundo a publicação, o programa de microcrédito do banco chamou a atenção do parquet depois que o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, pediu a demissão de toda a diretoria do BNB por manter um contrato com o Instituto Nordeste Cidadania (Inec), ONG cuja presidente era filiada ao PT.

Na esteira do pedido de Costa Neto, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) demitiu o presidente do banco, Romildo Rolim. Na próxima terça-feira (30), Bolsonaro se filiará ao PL. A carteira de microcrédito urbano do BNB deixou de ser gerida pelo Inec e foi para licitação. A carteira de microcrédito rural, ainda com o Inec, deve seguir o mesmo caminho.

Leia Também

Bimotor cai com três pessoas a bordo

Eleição OAB-BA: “Fica a constatação de quem é quem", afirma Fabrício sobre derrota da sua vice

Dani Calabresa e Marcius Melhem ficam frente a frente pela primeira vez após denúncia de assédio

Vídeo: Clientes são assaltados em bar no Engenho Velho de Brotas 

Classificação Indicativa: Livre