Justiça

Mulheres Negras: Luislinda Valois relembra primeira sentença de condenação por racismo no Brasil

[Mulheres Negras: Luislinda Valois relembra primeira sentença de condenação por racismo no Brasil ]
Por: Gilberto Júnior/BNews Por: Redação BNews 0comentários

A autora da primeira sentença de condenação por racismo no país, a desembargadora Luislinda Valois é a homenageada no projeto Mulheres Negras, do BNews. ‘’Aí foi um momento muito difícil, porque era uma empregada doméstica como autora contra uma rede de supermercado, isso há quantos anos, quando nem se falava ainda em racismo, mas o processo chegou em minhas mãos e eu decidi como devia. Mas o racismo está aí, temos racismo religioso, que leva as pessoas a terem ódio e não precisa odiar ninguém porque é diferente, vamos nos amar, ninguém é igual a ninguém’’, disse Luislinda.   

Para a ex-ministra dos Direitos Humanos do Brasil, a posição social não a isenta de sofrer racismo no Brasil. ‘’Eu continuo até hoje sendo discriminada. As pessoas me criticaram, porque pedi meus vencimentos como ministra. Tenho certeza que se fosse em outra situação não tinha sofrido tanto. As vezes a gente chega por aí entra numa loja e querem mostrar a coisa mais barata, o pior. Às vezes eu e meu filho entramos em algum espaço e há um espanto como quem diz ‘Dois negros aqui?’ Não pode ser assim, o racismo está aí, as pessoas precisam saber que é crime, inafiançável e imprescritível’’. 

No entanto, ressaltou que a luta contra o racismo deve começar com a união entre os negros. ‘’Nós precisamos ser unidos, somos a maioria da população brasileira, no dia que isso acontecer teremos um presidente da República negro, agora, negro e competente”. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas