Mundo

Vídeo: "Parem de me chamar de gay", diz garoto de 12 anos

Criança canta músicas de artistas famosos na internet

Publicado em 01/06/2013, às 21h34        Redacção Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Desde julho de 2012, quando lançou o primeiro vídeo no YouTube, Theo Chen, 12, já apareceu na internet cantando várias músicas de famosos. Imitou Bruno Mars, dublou sucessos do DJ Calvin Harris e fez caras e bocas para a canção "Bangarang", de Skrillex.

Cheios de efeitos, os vídeos do garoto, que mora em Cingapura (veja abaixo), renderam mais do que fãs. Colegas da escola começaram a chamá-lo de gay. "A situação ficou tão forte que decidi colocar um vídeo no YouTube explicando a todos o que eu estava passando", disse Theo à "Folhinha", por e-mail.

Com pouco mais de seis minutos e mais de 220 mil visualizações, o vídeo mostra o garoto desabafando sobre o bullying que estava sofrendo. "Isso está atacando meus nervos. É irritante ter pessoas fofocando sobre mim 24 horas por dia", diz no vídeo.

A estratégia parece ter dado certo. "Logo depois, todos pararam e vieram me pedir desculpas."

Os únicos que não gostaram do vídeo, pelo menos a princípio, foram os pais de Theo. "Ficaram chateados por eu não ter falado com eles antes. Mas, depois de assisti-lo, sentiram orgulho de mim", diz o garoto.

"Eles me chamam de boiola, gay, bicha ou coisas desse tipo. E não são apenas pessoas da internet, mas gente da minha escola. Só porque eu faço vídeos não quer dizer que eu sou gay!

"Honestamente, eu não sei [se sou gay]! Vocês sabem a minha idade? Eu tenho apenas 12 anos. Vocês não deveriam julgar as pessoas pela sexualidade, mas pela personalidade. Parem de me julgar. Por favor, parem!

"Isso é bullying. Não existe nada de errado em ser gay. Ser gay é legal. Chamar alguém de gay não faz de você mais hétero. E sabe o que é assustador? Isso está vindo de mim, que tenho apenas 12 anos e já sei disso.

Classificação Indicativa: Livre