Colunas / Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Bomba de Mil

Reprodução

Os bastidores da politica baiana

Publicado em 26/05/2022, às 05h55    Reprodução    Editoria de política

Um habitué a transitar na política baiana fazendo lobby e fofocas entre políticos e empresários voltou a cena com as eleições de 2022. Considerado como a bomba de mil, o rapaz voltou a circular pela área gourmet de um shopping de Salvador e casas de luxo de Praia do Forte, com seu charuto fedorento e seu Ferragamo no pé, ele passa a vender mentiras e fazer fofocas e intrigas entre os políticos. Um cacique do litoral norte quase o expulsa no fim de semana passado de sua casa de praia. Há quem diga que o rapaz não chega vivo até a eleições, é esperar para ver, vem bomba por aí.

Deputado da seringa

deputado


Um deputado peso pesado da política baiana está sendo apelidado pelos colegas de deputado seringa. O já não tão jovem parlamentar vive com a seringuinha dentro do bolso do paletó e vira e mexe em restaurantes e aeroportos ele tira o equipamento do bolso e aplica em sua acentuada barriga. Há que diga que é insulina e há quem diga que é um novo remédio da moda para perder peso. Do jeito que vai, além de perder peso, o deputado vai perder também muitos votos para sua fracassada reeleição em 2022.

Bruno quer mexer

bruno

Pessoas bem ligadas a Bruno Reis já começam a comentar a vontade do prefeito de mexer em seu quadro de secretários. Ele estaria insatisfeito com três pastas a princípio e com o fim da pandemia, já confidenciou a um amigo que até o São João terá um tríplice movimento. Será que ele vai cair, será que ela vai cair? A conferir!

Xiiiiiii...
Informações chegadas a NSP apontam que a demora na liberação de emendas parlamentares tem causado insatisfação aos deputados federais e estaduais da base do governador Rui Costa. Em viagem pela Bahia, Rui ainda tem atropelados os parlamentares e feito articulações diretas com os prefeitos, mas na hora do 'vamos ver', as emendas não saem. O resultado: uma base 'a ver navios'. Há quem diga que o comportamento do gestor pode dificultar os planos de Jerônimo Rodrigues para o Palácio de Ondina. A conferir!

A gripe do governador

governador

Ainda falando sobre o governador, quem esperava a presença de Rui Costa na Senzala do Barro Preto, no Curuzu, no evento de seu postulante a sucessor, Jerônimo Rodrigues, ficou só na vontade mesmo. Isso porque o BNews descobriu que o chefe do Executivo baiano não foi ao encontro porque estava gripado e ficou receoso de enfrentar a muvuca na Liberdade. Ele até fez teste de Covid e mandou toda a equipe que teve contato com ele fazer também.

As forças ocultas em Feira e "o MDB de Jerônimo"

geraldo
No evento, Geraldinho mandou avisar a Colbert Martins que o MDB não vai tolerar o apoio declarado do prefeito feirense a ACM Neto. O líder reforçou o aviso dado pelo cacique do partido, Lúcio Vieira Lima, e avisou que quem desobedecer vai se ver com o estatuto.

Camisa de homem cabe em menino?

camisa

Ainda no esquenta PGP de Jerônimo na Liberdade, chamou a atenção a equipe de Geraldinho distribuindo sua famosa camisa listrada aos ocupantes dos assentos da primeira fila: Otto, Wagner e Jerônimo. Geraldo, inclusive, disse a Jerônimo que a camisa dará sorte e prometeu a ele a maior votação do PT na capital baiana. Será que camisa de homem cabe em menino?

A cara não foi boa

Que o prefeito Bruno Reis precisa de um antitranspirante já dissemos aqui, né? Mas vamos combinar que o cara é todo arrumadinho e cheiroso, que chega dá gosto. O que não dá pra entender é a cara de desagrado do vereador Leandro Guerrilha. Será que o edil acordou fora da sintonia ou não deu disfarçar o descontentamento?

PT de sapatênis e gel 

Não caiu bem a fala do ex-prefeito ACM Neto ao dizer que é "oposição federal", em sabatina ao UOL, no lado bolsonarista na Bahia. Tanto o vereador Alexandre Aleluia quando o ex-secretário de Cultura, André Porciúncula, foram pra cima do postulante ao Palácio de Ondina. Porciúncula chamou Neto de "versão gourmet, de sapatênis e gel do petismo". Enquanto Aleluia acusou o ex-aliado de representar "um PT oficioso" na Bahia.

Esplanada dos mistérios
Um mistério tem rondado as contas da Prefeitura de Esplanada. Ao que indica o prefeito de lá, o homem da Serraria, não tem poupado dinheiro na contratação de empresas para diversas obras na cidade. O valor tem assustado os moradores mais atentos, que até agora estão procurando onde os recursos foram investidos. Dizem que a dinheirama é tão grande que dá até pra construir uma nova cidade, com pó de serra e tudo. Será?

Siga o BNews no Google Notícias e receba os principais destaques do dia em primeira mão!

Classificação Indicativa: Livre