BNews Nordeste

Criança de 12 anos é vítima de estupro coletivo em escola pública

Getty Images

Caso de estupro foi denunciado por familiares da vítima

Publicado em 21/07/2022, às 14h51    Getty Images    Redação BNews

Familiares de uma criança de 12 anos denunciaram à polícia de Pernambuco que a mesma sofreu agressões físicas e um estupro coletivo praticado por alunos da mesma escola pública que ela estudava. Segundo informações, o adolescente era perseguido nos horários de intervalo.

“Eles entravam, jogavam ele no chão e espancavam ele ali, no chão, para ninguém ver. Chegaram ao ponto de levar ele para o banheiro, né? Aí, botaram arma na cara dele. E foi quando três deles seguraram ele e os outros cometeram o abuso”, relatou a mãe da vítima ao G1.

O garoto realizou exame no Instituto de Medicina Legal (IML) após o registro do boletim de ocorrência. Segundo a mãe da criança, o caso foi denunciado a escola mas a resposta não foi o que ela esperava. "Disseram que era tudo coisa da cabeça dele. Que nada disso era verdade, que eu não desse importância porque era tudo coisa da cabeça dele", recordou.

A mãe do adolescente prestou queixa na Delegacia de Crimes contra Criança e Adolescente (DPCA) em 13 de abril por ameaça e estupro de vulnerável ocorrido um mês antes, em 15 de março. Somente agora a família revelou o caso para a imprensa. 

O que diz a Secretaria de Educação


À TV Globo, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco enviou uma nota, afirmando que o caso está sendo investigado pela Polícia Civil

“A Secretaria de Educação reitera o compromisso com a cultura de paz no ambiente escolar, onde todo e qualquer tipo de preconceito é inadmissível. Em caso de violência, os estudantes são orientados a informar aos professores e a gestão da escola, que fazem escuta ativa e tomam as medidas cabíveis para sanar o problema.”

Siga o TikTok do BNews e fique por dentro das novidades.

Classificação Indicativa: Livre