Denúncia

Mais um cachorro é encontrado morto durante operação no Dois de Julho; dona tenta se livrar de provas

[Mais um cachorro é encontrado morto durante operação no Dois de Julho; dona tenta se livrar de provas]
23 de Maio de 2021 às 12:22 Por: Divulgação Por: Márcia Guimarães

Mais um cachorro foi encontrado morto, neste sábado (22), vítima de maus-tratos em Salvador. Ele também pertencia à família que mora no bairro Dois de Julho e foi denunciada à polícia após uma testemunha identificar pelo menos quatro cães em estado precário. Ao todo, dois animais já morreram.

Segundo o Comandante Emerson França, do Corpo de Bombeiros de Emergências Públicas - Brigada K9, as donas dos animais tentaram se desfazer deles antes da chegada das equipes, na noite de sábado. Um dos mortos foi desenterrado pelos bombeiros na Ladeira da Preguiça e o outro foi encontrado dentro de uma caixa de isopor jogada na calçada. 

As donas dos animais foram obrigadas pela polícia a apresentar os dois cães que sobreviveram. Eles foram levados para uma clínica veterinária no bairro do Rio Vermelho e estão muito doentes. O laudo inicial aponta suspeita de envenenamento. Dentre os sintomas, os animais estavam com hemorragia anal. 

Policiais Militares estiveram pela manhã na residência e conduziram à Central de Flagrantes somente uma das moradoras para prestar depoimento, já que a proprietária do apartamento não tinha sido localizada. Horas depois, já durante a noite, a Brigada K9 chegou para retirar os animais, mas a casa estava trancada e, segundo França, as donas fugiram com os cachorros para se esconder da perícia, o que prejudicou o trabalho da polícia.

“Informei a situação à delegada e ela mandou a cidadã dar conta dos animais. Saímos mais de uma hora da manhã da Central de Flagrantes. Apresentamos os quatro cachorros, dois vivos e dois mortos. A delegada já acrescentou a segunda morte ao inquérito e vai remeter à Justiça”, detalhou França. 

Ele espera que o seu trabalho e o da polícia não seja de “enxugar gelo” e que a Justiça tome providências contra pessoas que maltratam animais. “A delegada cumpre a lei e a Justiça falta fazer o seu papel. Existe a lei contra maus-tratos a animais, mas não pune ninguém. As pessoas vão continuar maltratando já que veem que não acontece nada”, criticou o bombeiro.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar