Polícia

Corretor morto era acusado por tráfico de drogas

Imagem Corretor morto era acusado por tráfico de drogas

Carlos Antônio, 34, foi alvejado com 10 tiros de pistola

Publicado em 08/07/2011, às 17h29        Redação Bocão News

Acusações por envolvimento com tráfico de drogas, estelionato, entre outros crimes, pesavam contra o suposto corretor de imóveis Carlos Antônio Vasconcelos Moreira, 34, conhecido também como "Tony de Corina".

Carlos Antônio foi morto com 10 tiros de pistola, em plena tarde de quinta-feira (7), no bairro nobre da Barra. O seu corpo foi sepultado na tarde desta sexta-feira (8), no Cemitério Campo Santo (Federação).

De acordo com a Polícia Civil, ele já havia sido indiciado em cinco inquéritos policiais e respondia a três processos na Justiça por tráfico de drogas, estelionato e formação de quadrilha nas cidades de Muritiba, São Felix, Cachoeira e até em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Também havia contra ele uma queixa registrada por uma ex-companheira, em 2006, por crime de lesão corporal.

O assassinato foi cometido por dois homens em uma motocicleta em frente ao edifício Itaoca, na Rua Florianópolis, na Barra. Para a polícia, a "ficha suja" leva a possibilidade de execução por algum desafeto.

Em nota divulgada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado da Bahia (Creci), nesta sexta-feira (8), a instituição afirma que Carlos Antônio nunca pertenceu ao quadro de Corretores credenciados ao Conselho Regional.

Foto: Correio Online

Classificação Indicativa: Livre