Polícia

Professora tem carro roubado dentro de colégio: "Achei que era alguém brincando comigo"

[Professora tem carro roubado dentro de colégio: "Achei que era alguém brincando comigo"]
18 de Setembro de 2018 às 16:57 Por: Arquivo pessoal Por: Shizue Miyazono

Uma professora teve o carro roubado, na manhã desta terça-feira (18), dentro do Colégio Estadual Deputado Rogério Rego, em Jardim Cajazeiras, em Salvador. A mulher estacionou o veículo nas dependências do estabelecimento e, ao descer, foi surpreendida pelos suspeitos, que deram a voz de assalto.

Ao BNews, a professora explicou que ele viu duas pessoas, mas testemunhas contaram que tinham dois homens e uma mulher. "Alguém chegou do meu lado e disse: "perdeu, moça". Eu não estava entendendo o que estava acontecendo porque como é uma linguagem normal dos meus alunos, achei que era alguém brincando comigo. Quando olhei para o lado tinha um moço na porta do carona, com a porta aberta, porque eu tinha saído do carro, mas não tinha travado, e me mostrou a arma. Aí que vi que era um assalto".

Os suspeitos entraram no veículo, um Honda Civic branco, e saíram do estacionamento do colégio. Os assaltantes levaram o carro, a bolsa com documentos e o celular, provas e materiais de trabalho da vítima.

A professora explicou que no ano passado os porteiros foram demitidos e, hoje, quem faz esse papel é os vigilantes, mas tem dois portões, para a entrada de carro e pedestres, e os vigilantes deveriam estar no de pedestre. Ela contou que quem abriu o portão quando chegou foram os próprios alunos. "Eu não sei se eles (assaltantes] já estavam na escola ou se entraram na hora que eu entrei".

A vítima fez o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos. A professora ressaltou que, durante todo o tempo, a vice-diretora do colégio esteve ao seu lado dando apoio. "A gente vive junto, uma comunidade escolar, e está todo mundo estarrecido com o que aconteceu".

Em nota, a Secretaria de Educação da Bahia explicou que a direção da unidade escolar esclarece que três pessoas armadas abordaram o vigilante e entraram logo após a professora, tomando o veículo da mulher. "Imediatamente, a direção prestou toda a assistência à professora, que prestou queixa na delegacia especializada, onde o caso está sendo investigado".

Em nota, a Secretaria de Educação da Bahia explicou que a direção da unidade escolar esclarece que três pessoas armadas abordaram o vigilante e entraram logo após a professora, tomando o veículo da mulher. "Imediatamente, a direção prestou toda a assistência à professora, que prestou queixa na delegacia especializada, onde o caso está sendo investigado".

Atualizado às 18h27

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar