Polícia

Adolescentes são obrigadas a cavar a própria cova antes de execução no Maranhão

[Adolescentes são obrigadas a cavar a própria cova antes de execução no Maranhão]
22 de Março de 2021 às 20:00 Por: Divulgação Por: Redação BNews

Duas adolescentes, 17 e 16 anos, foram obrigadas a cavar a cova onde seriam enterradas antes de ser mortas, na cidade de Timon, no Maranhão.

Segundo o delegado Joelson Carvalho, titular da delegacia de homicídios de Timon,  as investigações apontam que as garotas foram mortas por membros de uma facção criminosa. Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostra o momento em que as garotas com pás retiram a terra, entram no buraco, são agredidas e fazem um símbolo de facção antes da execução.

Os corpos foram achados em uma cova rasa no conjunto Parque Aliança, no domingo, mas elas moravam em Teresina, no conjunto Água Mineral, Zona Norte da cidade. O delegado contou que, segundo relato das famílias, elas saíram da casa de uma delas por volta das 15h do sábado (20) e não voltaram mais. Uma terceira jovem estaria com elas.

"Uma terceira garota estaria com elas, vamos tentar saber se ela foi também vítima ou se teria participado levando as jovens para o local ", disse o delegado ao G1 Piauí.

A investigação começou depois que o pai de uma das meninas foi até a Central de Flagrantes de Timon registrar boletim de ocorrência. Ele recebeu informações no domingo (21), de que a filha tinha sido vista na cidade maranhense e que já estaria morta.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar