Polícia

PF busca por falsos médicos que atuam na Bahia com diplomas falsos

Cristino Martins/ Ag. Pará

Cinco falsos profissionais atuavam em um hospital municipal no interior do estado

Publicado em 17/08/2021, às 11h59    Cristino Martins/ Ag. Pará    Redação Bnews

Pessoas que apresentavam diplomas falsos de medicina para exercer a profissão de forma ilegal no Brasil foram alvos da Polícia Federal da cidade de Vitória da Conquista nesta terça-feira (17). 

De acordo com o órgão federal, os diplomas falsificados eram emitidos em universidades estrangeiras e validados no país. Além disso, foi constatado também que alguns tentavam ingressar nas universidades brasileiras por meio do processo de transferência externa que era feito mediante a apresentação de currículos falsos emitidos em instituições de outros países.

Ainda de acordo com a PF, os médicos ou os candidatos pagavam um valor para conseguir a transferência externa e, depois, começavam a atuar nos municípios brasileiros, principalmente em postos de saúde e hospitais.

Na cidade de Jitaúna, por exemplo, 5 falsos médicos foram descobertos trabalhando no hospital municipal. Eles fugiram para outras cidades dos estados do Espírito Santo e Amazonas.

Nesta terça, foram cumpridos 2 mandados de prisão preventiva e um mandado de busca. Os falsos médicos responderão por uso de documento falso, exercício ilegal da medicina, peculato e associação criminosa.

Matérias relacionadas:

Falso médico é preso em unidade de saúde na Bahia

Documento falso sobre mortes por Covid foi alterado após chegar a Bolsonaro, diz auditor do TCU

Descoberto novo site falso que rouba dados de servidores públicos

Classificação Indicativa: Livre