Polícia

Briga por pontos de vendas de drogas resulta na prisão de traficantes

Divulgação

Um dos presos é irmão do líder do tráfico em Vila de Abrantes

Publicado em 17/01/2013, às 18h00    Divulgação    Redação Bocão News (Twitter:@bocãonews)

Valmir dos Santos, 31 anos, e sua companheira Edileuza de Oliveira Ferreira, vulgo “Negona”, 44 anos, foram presos em flagrante com drogas, na localidade da Estiva, no distrito de Vila de Abrantes em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). A prisão é resultado de uma operação conjunta da 26ª Delegacia Territorial (DT) de Abrantes e 59ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM). Conforme informações da Ascom / Polícia Civil.

Valmir é irmão do traficante Lucas Santos de Jesus, o “Aikon” ou “Carrapato”, 23, líder do tráfico naquela região.

Os policiais chegaram ao casal durante a investigação da morte do padrasto de Valmir, Roberval Costa dos Santos, o “Zé da Carroça”,  47 anos, assassinado a tiros, na manhã de sábado (12). Existem duas hipóteses para o crime, a primeira delas é que Roberval teria sido morto por traficante rivais, da localidade da Fonte da Caixa, liderados por “Daniel Tripa”, que também está foragido.

Outra linha de investigação aponta que “Zé da Carroça” foi morto por integrantes da quadrilha do enteado por ter perdido um carregamento com armas e drogas da quadrilha. O padrasto teria recebido o material para guardar em casa e, distraidamente, deixou o pacote com armas e droga na porta de casa, o qual acabou recolhido pelo caminhão da coleta de lixo.

Bar do Reggae

Valmir é dono de um bar na localidade da Estiva conhecido como ponto de venda de drogas. Ali, foram apreendidos cerca de 200 gramas de cocaína, distribuídos em 64 cápsulas, mais 58 embalagens vazias e um pote de fermento biológico contendo vestígios da droga. Ele e a companheira foram autuados em flagrante por tráfico pelo delegado plantonista, Luis Fernando Portela. Valmir segue custodiado na carceragem da 26ª DT/Abrantes e “Negona” foi transferida para a Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca).

Maconha

Ainda na madrugada de sábado (12), a Polícia Militar apresentou Bruno dos Santos, 26 anos, e mais dois adolescentes, também integrantes da quadrilha de “Carrapato”, na unidade policial. O trio estava com meio quilo de maconha, um revólver calibre 32, mais 57 “trouxinhas” de maconha e 33 “pedrinhas” de crack.

Custodiado na 26ª DT, Bruno foi autuado em flagrante pela delegada plantonista Rosilda Souza Gonçalves, enquanto os adolescentes, um dele apelidado de “Barriga”, suspeito de homicídios na região, foram encaminhados ao Ministério Público.

Foto: Divulgação

Classificação Indicativa: Livre