Polícia

Policiais são treinados para utilizar pistola de choque no Carnaval

Divulgação

O curso também oferecerá instruções sobre Policiamento em Grandes Eventos

Publicado em 19/01/2013, às 06h16    Divulgação    Secom / Governo da Bahia

Delegados, escrivães e investigadores escalados para trabalhar durante o Carnaval 2013 serão capacitados a operar pistola Taser M26, em um curso oferecido pela Academia da Polícia Civil, de segunda-feira a a sábado (21 e 26). Equipes dos departamentos de Crimes contra o Patrimônio (DCCP) e de Narcóticos (Denarc) receberão instruções sobre Policiamento em Grandes Eventos, e vão poder aprimorar o uso das pistolas - armas menos letais, que deflagram cartuchos com dardos energizados.

De acordo com o delegado Jardel Peres de Azevedo, um dos coordenadores do curso, trata-se de mais uma etapa preparatória para o Carnaval. “Vamos passar para eles a doutrina do uso diferenciado da força, imobilização policial, técnicas de policiamento em grandes eventos e utilização da pistola Taser”. 

Com duração de 60 horas, o treinamento será ministrado em dois turnos, durante seis dias, na sede da Coordenadoria de Operações Especiais (COE), no Aeroporto Internacional de Salvador. A atividade integra o Programa de Capacitação Contínua de Servidores Policiais, desenvolvido pela Acadepol.

Arma da vida

Um dos instrutores, José Marcos Rodrigues Pereira, habilitado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vai treinar o pessoal para o uso da pistola. O instrutor explica que o dardo disparado pela arma imobiliza o indivíduo e permite que ele seja algemado e conduzido à uma unidade policial, evitando, dessa forma, o uso de arma letal. “A Taser é também conhecida como a arma da vida”.

Foto: Divulgação
Matéria publicada dia 18 de janeiro às 22h16


Classificação Indicativa: Livre