Polícia

Delegado pede suspensão da habilitação de motorista que imprensou médico

Imagem Delegado pede suspensão da habilitação de motorista que imprensou médico

Após inquérito encerrado, Joelson Reis, sugeriu também que ele continuasse presso até o julgamento

Publicado em 02/02/2013, às 10h19        Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Nesta quinta-feira (31), foi encerrado o inquérito sobre o caso do motorista, Jocival Pinto, que imprensou o médico e sua irmã no carro, durante colisão em Lauro de Freitas, no dia 14 de janeiro. O delegado Joelson Reis, da 23ª Delegacia Territorial (Lauro de Freitas), pediu à Justiça que o motorista tivesse a carteira de habilitação suspensa, de acordo com o Artigo 294 do Código de Trânsito Brasileiro. Além disso, o delegado do caso solicitou também que o motorista aguarde o julgamento preso.

Ao todo, Jocival Pinto foi indiciado por três tentativas de homicídios, qualificadas por motivo fútil, por não dar condição de defesa às vítimas, ter sido realizada por um motorista profissional e contra uma mulher grávida. Ele também está sendo indiciado por danificar o carro da família, sendo este crime qualificado por ter sido feito de forma violenta e por motivo egoístico, com prejuízo considerável à vítima, de acordo com o artigo 163 do Código Penal Brasileiro.

Fotos: Roberto Viana // Bocão News
Nota originalmente postada às 18h do dia 1º

Classificação Indicativa: 18 anos