Polícia

Polícia procura acusado de matar e esquartejar inquilino

Imagem Polícia procura acusado de matar e esquartejar inquilino

Paulo é suspeito de matar a vítima em ritual satânico em Feira de Santana

Publicado em 04/06/2013, às 08h17        Redação Bocão News (Twitter:@bocaonews)

O Juiz Gustavo Hungria decretou a prisão preventiva de Paulo Sérgio Carvalho Luís Filho, conhecido como Paulo Sansão. Ele está sendo procurando pela polícia em Feira de Santana e em outras cidades sob a acusação matar e esquartejar Saimo Lima da Silva, de 31 anos, que teve partes do corpo colocado em um sacos plásticos, dentro do banheiro de uma lan house, no bairro Santa Mônica.

A prisão preventiva foi representada pelo delegado Giuvan Franca Junior, titular da Delegacia de Homicídios (DH), após a localização do corpo, e foi concedida pela Justiça desde a última quinta-feira (30). De acordo com o delegado os investigadores já conseguiram novas informações sobre o caso, mas vai mantê-las em sigilo, para não atrapalhar as investigações.

O corpo de Saimo foi encontrado na manhã de 28 de maio, por policiais civis da 1ª Delegacia. Ele estava desaparecido desde a última quinta-feira (23), data em que parou de manter contato com familiares, o que levou sua mãe a registrar queixa pelo seu desaparecimento. A vítima foi localizado de uma lan house, arrendada por ele, no bairro Montevidéu.

Os policiais foram ao local e ao se aproximarem para averiguação, sentiram logo um forte mal cheiro exalando do imóvel. No primeiro cômodo, os policiais encontraram, numa caixa de isopor, a cabeça da vitima, já em estado de decomposição. Em seguida, espalhados em outros cômodos do imóvel, foram encontrados três sacos plásticos, cada um contendo, separadamente, os braços, o tronco e dentes e orelhas da vítima.

A motocicleta de Saimo, também estava no local. Ali, os policiais apreenderam ainda uma CPU, dois notebooks, pen drives e uma cópia do contrato de locação do imóvel onde funcionava a lan house, em nome de Paulo Sérgio, que está sendo procurado.

Em um dos pen drives, a polícia encontrou arquivos com informações sobre a existência de uma seita com sede no Espírito Santo. Todo o material foi encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica DPT. 

Classificação Indicativa: Livre