Polícia

Vídeo: bandidos metralham sede da PM e explodem banco em Macaúbas

[Vídeo: bandidos metralham sede da PM e explodem banco em Macaúbas]
12 de Março de 2014 às 13:57 Por: Redação Bocão News (twitter: bocaonews)


Bandidos promoveram momentos de terror na madrugada desta quarta-feira (12) na cidade de Macaúbas, distante 682 quilômetros de Salvador. De acordo com o Major Irlando Oliveira, comandante da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), uma quadrilha fortemente armado provocou um apagão na cidade, logo em seguida cercou a residência dele e efetuou vários disparos. A quadrilha também cercou a sede da 4ª CIPM, onde havia uma guarnição. No local, os policiais tiveram de se jogar no chão por causa da sequência de disparos efetuados com fuzis e armas de grosso calibre.



O grupo ainda metralhou viaturas da polícia e várias residências no município, invadiu a agência do Banco do Brasil, explodiu o cofre e levou todo o dinheiro. “A sensação foi de impotência, pois a única coisa que eu pude fazer foi colocar o colete, e ficar preso em casa. Os bandidos não me deram chance de sair para tomar alguma medida, pois a sequência de disparos era contínua”, disse o comandante, que completa 30 anos como militar nesta quarta-feira (12).



Para o Brumado Notícias, o major declarou que está colhendo informações sobre a possível rota de fuga dos bandidos e que já solicitou reforço do comando geral e apoio aéreo para realizar diligências na região. “A cidade está toda destruída e tomada de pavor, mas nós vamos dar uma resposta à altura”. Mesmo com a violência da ação, ninguém ficou ferido.

Veja como ficou a agência:




 

Foto: Alécio Brandão/Macaúbas On Off | vídeo: Macaubense Life

Publicada no dia 12 de março de 2014, às 08h33

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar