Brasil

Bahia tem um inquérito da Polícia Federal por apologia ao nazismo aberto por mês em 2020

[Bahia tem um inquérito da Polícia Federal por apologia ao nazismo aberto por mês em 2020]
24 de Novembro de 2020 às 10:39 Por: Reprodução/Redes Sociais Por: Yasmin Garrido

Entre 2003 e novembro de 2020, a Bahia teve nove inquéritos por apologia ao nazismo abertos pela Polícia Federal. O número, aparentemente pequeno, demonstra um fato preocupante, que, somente a partir de agosto deste ano, já foram quatro procedimentos instaurados, o que totaliza um a cada mês. O salto mostra um crescimento da intolerância, que se reflete em todo o país.

Em levantamento anterior feito pelo BNews, a partir de dados cedidos pela Agência Fiquem Sabendo, tinha-se que, no Brasil, até julho de 2020, haviam sido 80 procedimentos iniciados. Acontece que, de lá para cá, o montante saltou para 93, o que totaliza a média de 3 inquéritos abertos a cada mês.

Ainda de acordo com os números cedidos em relatório pela Polícia Federal, no comparativo com o ano anterior, 2019 teve uma variação positiva de 288% nos registros de inquérito. Já na série histórica dos últimos dez anos, o crescimento foi de 200%.

Na relação dos estados, São Paulo permanece no ranking dos que mais abriram inquéritos por apologia ao racismo desde 2003, com 86 ocorrências. Se forem levado em consideração os números fornecidos em julho pela Polícia Federal, pode-se dizer que houve no estado sudeste média de cinco procedimentos instaurados por mês em 2020.

Atrás estão os estados do Rio de Janeiro, com 64 inquéritos abertos até novembro de 2020, seguido de Paraná (23), Rio Grande do Sul (21), Santa Catarina (16), Minas Gerais (14), Pernambuco (11) e Bahia (9).

Veja:

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar