Brasil

Falso massagista é preso por abusar sexualmente de influenciadoras digitais

[Falso massagista é preso por abusar sexualmente de influenciadoras digitais]
19 de Janeiro de 2021 às 16:28 Por: Reprodução/ Jornal Extra Por: Redação BNews

Um homem que se passava por massagista foi preso pela polícia, nesta terça-feira (19), acusado de abusar sexualmente de influenciadoras digitais, no Rio de Janeiro.

O suspeito de 26 anos abordava as vítimas pelas redes sociais e sugeria uma parceria: em troca de seus serviços, elas teriam que postar fotos dele para promover seu perfil. Durante o procedimento, entretanto, ele chegava a tocá-las e até a se masturba, segundo policiais revelaram ao site Extra.

Aos policiais, o falso massagista admitiu não ter formação em cursos de massagem e ter aprendido algumas técnicas assistindo a vídeos no YouTube.

De acordo com as investigações pelo menos sete mulheres foram vítimas do acusado nos últimos dois anos. Algumas delas têm mais de 100 mil seguidores no Instagram e resistiram a denunciar o criminoso por vergonha e medo da exposição.

Há cerca de dois meses, porém, uma jovem que recebeu o suspeito em casa para uma sessão de massagem resolveu ir à delegacia. Em depoimento, ela contou que o criminoso se apresentava como homossexual para não levantar “dúvidas” de seu profissionalismo. Mesmo com o marido na residência, ele acariciou suas partes íntimas.

Acusado foi preso na casa de sua família. Ele foi indiciado por violação sexual mediante fraude, crime cuja pena varia de dois a seis anos de prisão.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar