Polícia

Cantor Jau presta depoimento e filmagens de restaurante devem ser solicitadas pela polícia

Reprodução/ Vídeo

Grupos do movimento negro estariam organizando uma manifestação em apoio ao cantor

Publicado em 03/12/2021, às 12h34    Reprodução/ Vídeo    Redação BNews

O cantor Jau prestou depoimento na 14ª Delegacia, na Barra. Ele acusa o Sette Restaurante, localizado no mesmo bairro, de não permitir sua entrada no estabelecimento por causa de racismo.

De acordo com o Balanço Geral, a delegada responsável deve emitir mandado de busca e apreensão para ter acesso às imagens de câmeras de segurança do restaurante. O Ministério Público da Bahia aguarda a remessa do inquérito. Grupos do movimento negro estariam organizando uma manifestação em apoio ao cantor.

Jau gravou um vídeo em que afirma que ele e sua equipe foram impedidos de entrar no Sette Restaurante e questionou os motivos. "Não era a indumentária, faltava-me talvez olhos azuis e cabelos louros, não os tenho, não culpo quem os têm, não os quero ter, mas preciso da minha liberdade de ir e vir e hoje o restaurante Sette foi preconceituoso comigo e minha equipe não deixando a gente adentrar ao espaço. Não é um lugar democrático, não é um lugar frequentável, é um lugar racista", lamentou o artista.

Classificação Indicativa: Livre