Coronavírus

Polícia diz que criança de 9 anos foi responsável por perda de vacinas no ES

[Polícia diz que criança de 9 anos foi responsável por perda de vacinas no ES]
19 de Fevereiro de 2021 às 17:58 Por: Reprodução/ TV Gazeta Por: Redação BNews

A Polícia Civil do Espírito Santo afirmou nesta sexta-feira (19) que uma criança de nove anos foi a responsável por desligar o relógio de energia elétrica da sede de vacinação do município de Rio Bananal. A situação ocasionou a perda de todas as vacinas contra o coronavírus que a cidade possuía, além de exames de sangue e outros medicamentos.

A hipótese inicial era de vandalismo. Contudo, após analisar as câmeras de segurança do local onde ficava o relógio de energia elétrica, a polícia eliminou a tese e viu que um menino que brincava no espaço foi o responsável.

"Uma criança, de apenas nove anos, que estava brincando no local, acabou subindo em um banco de praça que fica em frente ao relógio. Curioso porque uma lâmpada vermelha piscava dentro do relógio o tempo todo, ele acabou desligando o relógio para tentar apagá-la. Desligando o relógio e apagando a lâmpada, ele voltou com as brincadeiras novamente. Ou seja, uma brincadeira de criança inocente que acabou gerando todo esse problema", contou o delegado Fabrício Lucindo, responsável pelo caso. 

O inquérito será concluído e encaminhado ao Ministério Público, com cópia para o Conselho Tutelar, que adotarão as providências cabíveis. As vacinas perdidas seriam aplicadas em profissionais de saúde na segunda etapa da campanha de imunização. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar