Justiça

Em vídeo, Catharina Galvão diz que pai estaria tentando fugir com o filho em Praia do Forte; assista

[Em vídeo, Catharina Galvão diz que pai estaria tentando fugir com o filho em Praia do Forte; assista  ]
21 de Julho de 2021 às 16:42 Por: Reprodução/redes sociais Por: Redação BNews

Mesmo após a Justiça ter determinado, na última terça-feira (20), que o advogado Paulo Roberto de Aguiar Valente Junior, 38 anos, devolvesse seu filho à mãe Catharina Galvão, a criança ainda não foi entregue a genitora e ela afirma que ele estaria tentando fugir com o menino, de apenas 3 anos. 
 
Catharina gravou uma série de vídeos nos stories do Instagram para contar que obteve informações de que seu filho estaria fantasiado de Batman em Praia do Forte, distrito localizado a cerca de 80 quilômetros de Salvador. 
 
"Eu recebi fotos do meu filho fantasiado de Batman em Praia do Forte, na terça-feira, juntamente com os avós, o que só comprova a tentativa de fuga para que meu filho não seja encontrado", disse a mãe. "O que prova também a clara intenção de não entregar meu filho e mais uma vez descumprir a ordem judicial", concluiu. 

Veja vídeo: 

 


 
Entenda o caso
 
Apesar de ter a guarda unilateral da criança de três anos, assegurada pela Justiça, a estudante de direito Catharina Galvão, de 23 anos, está há mais de três meses sem o filho, impedida pelo pai do garoto, o advogado Paulo Roberto Valente Junior. De acordo com a mãe, no dia 16 de abril ela deixou a criança com o pai para uma visita. Pela determinação judicial, segundo ela, ele deveria devolver a criança dois dias depois, mas isso não aconteceu.
 
Segundo Catharina, desde então, Paulo Valente descumpre a guarda unilateral e a impede de ver o filho. De lá pra cá, ela conta que viu a criança apenas uma vez, por uma chamada de vídeo.
 
O pai da criança, de 38 anos, teve um recurso negado pelo Tribunal de Justiça da Bahia, na terça-feira (20), e por isso terá que devolver o filho à mãe Catharina Galvão. 
 
A Polícia Militar foi ao apartamento do advogado e certificaram que o local estava vazio, na manhã desta quarta-feira (21). A defesa de Paulo afirmou que ele entregaria a criança hoje, mas isso ainda não aconteceu

 

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar