Polícia

Família de homem morto a facadas em Camaçari pede justiça e teme fuga de suspeito

[Família de homem morto a facadas em Camaçari pede justiça e teme fuga de suspeito]
14 de Julho de 2019 às 15:36 Por: Reprodução/Arquivo pessoal Por: Vinícius Ribeiro 0comentários

No dia 24 de junho passado, o eletricista Miguel Roberto dos Santos Júnior (foto), de 37 anos, foi assassinado a facadas em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo consta no boletim de ocorrências da Secretaria de Segurança Pública, o crime aconteceu na localidade da Toca do Índio, no loteamento Parque Verde II.

Conforme relatado por testemunhas, a vítima estava bebendo em um bar com um grupo de conhecidos. Em determinado momento, a namorada de um jovem que estava no local, de prenome Wesley, chegou ao estabelecimento e disse que não se sentaria à mesa porque Júnior era "problemático", o que teria iniciado uma discussão.

Após a troca de ofensas, o namorado da jovem teria ido em casa, pego uma faca, voltado ao bar e golpeado Júnior pelas costas. O homem foi socorrido para o Hospital Geral de Camaçari (HGC), mas já chegou morto na unidade de saúde.  

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na 18ª Delegacia Territorial, Miguel Júnior recebeu "múltiplas perfurações no tórax, abdômen e cabeça". Além de Wesley, o nome da namorada, Maiara, também é citado no documento policial. O caso é investigado pela 4ª Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP/RMS). 

"O assassino continua nas ruas e fiquei sabendo que ele pensa em fugir. Estou sofrendo muito", disse Miguel Roberto dos Santos, pai da vítima, ao BNews.      

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas