Polícia

Popó diz que vai processar empresário após suposta acusação de ameaça de morte

[Popó diz que vai processar empresário após suposta acusação de ameaça de morte]
01 de Agosto de 2019 às 13:31 Por: Reprodução/Instagram Por: Redação BNews 0comentários

O ex-pugilista Acelino "Popó" Freitas está sendo investigado pela Polícia Civil após a denúncia de um empresário que alega ter sido ameaçado de morte pelo ex-atleta. O fato teria ocorrido após uma discussão entre o homem e Igor Freitas, filho de Popó.

De acordo com a polícia, Diego Mentor Borges Melo, disse em depoimento que discutiu com o filho de Popó no cinema de um shopping de Salvador, no dia 22 de julho. A briga acabou com agressões físicas e verbais. Segundo ele, depois da confusão Popó chegou ao local acompanhado de outras pessoas e o ameaçou de morte. O caso foi registrado na 12ª Delegacia (Itapuã).

Ao BNews, o ex-pugilista negou as acusações. De acordo com Popó, ele só chegou ao local após a briga e não falou com o empresário. "Eu não disse nada a ele. Não dei um boa noite, não dei um bom dia. Só fiz perguntar ao meu filho quem era a pessoa. Depois da confusão, eu sentei, ele foi embora, assisti o meu filme e pronto. Não falei nada pra ele. Esse cara está mentindo. Ainda bem que o cinema estava cheio e eu tenho muitas provas", contou.

O ex-boxeador explicou ainda que Diego é um ex-sócio do filho e que os dois já haviam se desentendido por causa de um evento que realizaram e que acabou dando prejuízos. "Eles fizeram uma festa que acabou dando errado. Meu filho me pediu uma garantia, caso o evento desse errado, e eu cedi um carro. O cara [Diego Mentor] levou o meu carro, um Ford K 2015, que custava quase R$ 40 mil", disse o ex-atleta que acrescentou ainda que vai processar o empresário. "Eu vou processar ele. Já estou entrando com danos morais".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas