Polícia

Oficiais repudiam tratamento dado aos grevistas e podem aderir ao movimento

[Oficiais repudiam tratamento dado aos grevistas e podem aderir ao movimento]
07 de Fevereiro de 2012 às 07:10 Por: Redação Bocão News0comentários
Oficiais da Polícia Militar se reuniram em assembleia, na noite desta segunda-feira (6), na sede da Associação dos Oficiais da Polícia Militar, na Pituba. Cerca de 250 associados foram mobilizados em um ato de repúdio contra o tratamento dispensado aos policiais militares em greve, que estão acampados na Assembleia Legislativa.

Por considerar violenta a atitude do Exército contra os grevistas acampados na Assembleia, os oficiais sentiram a necessidade de demonstrar o posicionamento de insatisfação com a situação e com as condições de trabalho da categoria.


Os oficiais voltaram a frisar a necessidade do cumprimento de três pontos da pauta de reivindicações. A anistia administrativa para os líderes do movimento e revogação dos mandados de prisão; o pagamento da GAP 4, a partir de março; além de uma mesa de diálogo permanente para futuras negociações são exigidos pela categoria.

 Existe a possibilidade dos oficiais aderirem a greve que começou no dia 31 de janeiro, mas, de acordo com o major Copérnico, “enquanto não forem esgotadas todas as possibilidades de negociação, continuaremos dialogando. Greve somente em último caso”, garantiu.

Nota originalmente publicada às 23h10 do dia 6
 


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas