Salvador

Sindicato afirma que policial baleado 'foi vítima do tráfico de drogas em Águas Claras'

[Sindicato afirma que policial baleado 'foi vítima do tráfico de drogas em Águas Claras']
12 de Outubro de 2019 às 19:34 Por: Reprodução / Google Street View Por: Redação BNews 0comentários

O Sindicato dos Policiais Civis da Bahia (Sindpoc) informou por meio de nota, neste sábado (12), que o investigador Manualdo Caldas, lotado Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos, foi vítima do tráfico de drogas que domina a região no bairro de Águas Claras, em Salvador. A informação é extraoficial. A Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP-BA) e Polícia Civil não emitiram nota sobre as investigações.

O policial estava na companhia de amigos e familiares, em um bar, quando foi alvejado. Testemunhas relataram que o sobrinho do servidor havia tido um desentendimento com traficantes do bairro, nesta semana, e os disparos foram direcionados ao servidor e familiares.

"O colega que estava em um momento de lazer com sua família foi vítima de uma violência ocasionada pela própria natureza do trabalho policial que consiste em combater à criminalidade e o tráfico de drogas. O mesmo policial que combate o crime, é o mesmo que é vítima dele", disse o presidente do Sindpoc, Eustácio Lopes.

O policial foi baleado no abdômen, passou por cirurgia e está internado no Hospital do Subúrbio. O quadro de saúde inspira cuidados. Além do servidor, os disparos atingiram o filho e o sobrinho dele, que estão internados em uma unidade de saúde no bairro de Cajazeiras. Duas mulheres que acompanhavam o investigador morreram.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas