Política

Em estado de emergência, obra no rio Ipitanga pode livrar Lauro dos alagamentos

[Em estado de emergência, obra no rio Ipitanga pode livrar Lauro dos alagamentos]
10 de Maio de 2015 às 08:14 Por: Paulo M. Azevedo e Gilberto Junior Por: Caroline Gois (Twitter: @goiscarol)


R$ 118 milhões. Este é o valor da obra que pode salvar a cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, dos constantes alagamentos que atingem a Estrada do Coco - na frente da loja Insinuante e a Avenida Luís Tarquínio. "Hoje o rio já transbordou. Pelo menos desta vez foi só de um lado já que, desde o início da semana, estamos fazendo limpeza dos bueiros", afirmou o prefeito Márcio Paiva, em conversa com o Bocão News, na manhã deste sábado (9), logo após a chuva ter dado uma trégua e deixar um rastro de transtornos pela cidade. "Decretei estado de emergência desde segunda e já demos entrada no Governo deste decreto. Estamos só esperando que a Defesa Civil se pronuncie e, com isso, teremos alguma verba liberada pelo Ministério da Integração Nacional, como um recurso emergencial", explicou, enaltecendo a importância do apoio dado das equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil na cidade.
De acordo com Paiva , o rio que sempre transborda, o Ipitanga, deve passar em breve por uma grande obra que pode mudar o histórico de alagamentos no município. "Serão R$ 118 milhões para fazermos macro drenagem nele e em seus afluentes e já existe um contrato pré-assinado com o governador", salientou, informando qu ainda não há data para o início das obras. Uma outra solução citada pelo prefeito é a obra do projeto de inversão do Córrego Dois Irmãos. "Queremos tirar a água que vem de Portão e alaga o centro da cidade. Com a inversão a água irá desembocar no Rio Joanes", disse. A desapropiação de casas construídas em áreas impróprias é o que impede a celeridade no início das obras.
 
 
 
Na oportunidade, o prefeito Márcio  Paiva pediu a colaboração da população sobre a importância do descarte de lixo ser feito nos locais apropiados, evitando assim entupimentos de bueiros. "Na última limpeza foram encontradas muitas garrafas pets", ressaltou. Com as chuvas, algumas pessoas ficaram desabrigadas e, por isso, o muinicípio recebe doações no Ginásio de Esportes da cidade. Nenhuma morte foi registrada em Lauro de Freitas por conta das chuvas.
 
Matéria originalmente postada dia 8
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar