Política

A Bahia está entregue ao crime, dispara Aleluia após assalto com banda

[A Bahia está entregue ao crime, dispara Aleluia após assalto com banda]
24 de Maio de 2015 às 06:36 Por: Roberto Viana/Arquivo/Bocão News Por: Caroline Gois (Twitter: @bocaonews)


O presidente estadual do partido Democratas, José Carlos Aleluia, viu como muito negativo para o Estado o assalto que teve como vítimas os integrantes da banda Ponto de Equilíbrio, do Rio de Janeiro, no qual foram supreendidos por ladrões na estrada, quando saíam de Camaçari após um show. "A impunidade é o principal problema porque os menores são usados pelos maiores para encobrirem o crime. Todas as quadrilhas recrutam meninos de 16, 17 anos e, eventualmente, em casos de morte, o menor acaba sendo o acusado e assume o crime. A impunidade é uma coisa que está no DNA dos governos Federal e Estadual porque negligenciam a segurança", disparou o democrata.
 
Segundo Aleluia, "a Bahia está entregue ao crime e as coisas estão cada dia piores. Quero me solidarizar com os artistas. Isso é culpa do Estado que não apoia ação da polícia e não dá suporte material, político e nem jurídico. O policial é uma figura assustada que tem medo de morrer e de ser acusado", afirmou.
 
Para Aleluia, o caso prejudica o turismo e mancha a Bahia. "Como pensar em fazer turismo se uma banda não consegue nem se deslocar com segurança de cidades vizinhas? Me coloco à disposição do governo para estarmos do mesmo lado nesta causa. Mas, de um governo que tenha vontade de enfrentar o problema e neste falta vontade e prioridade", criticou.

O assalto à banda ocorreu por volta das 5h30 e todo o grupo foi levado por sete assaltantes, dentro da van, para o bairro de Valéria. Lá, sofreram agressões a escaparam da morte. Veja o depoimento do produtor da Ponto de Equilíbrio, Arthur Galvão, vítima do assalto, que conversou com o site Bocão NewsLeia aqui.
 
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar