Política

Metrô de Salvador: Estado financiou apenas serviços de consultoria, diz oposição

A oposição afirma que o grande montante de recursos do governo federal junto a iniciativa privada soma R$3,8 bilhões

Publicado em 10/03/2017, às 09h37        Redação Bocão News

Após a visita do ministro das Cidades, Bruno Araújo, ao metrô de Salvador, a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) questiona a paternidade das obras. Segundo os oposicionistas, o governo baiano engana a população ao não deixar claro que o governo federal tem sido o responsável por destravar a construção do sistema metroviário na capital baiana. 
O ministro ressaltou que a construção tem mais de 90% dos recursos bancados pela gestão federal.  “Aqui temos um aporte maior do que a soma de investimentos de alguns estados da Federação e, sobretudo, um reconhecimento nosso da importância que significa para a mobilidade e desenvolvimento de Salvador e da região metropolitana”, diz o ministro Bruno Araújo.
A oposição afirma que o grande montante de recursos do governo federal junto a iniciativa privada soma R$3,8 bilhões, e ressalta que o estado financiou somente serviços de consultoria.
“O metrô só está nos trilhos porque esse é um compromisso do governo federal. O governo federal tem encampado a obra, não medindo esforços para continuar a investir na melhoria da mobilidade urbana em Salvador. O governo da Bahia alardeia ser o principal financiador e promove uma mentira tamanho G ao tentar se apropriar da obra. Gastam milhões em propagandas, quando na verdade o sistema foi selecionado pelo programa federal, que visava investir nas grandes cidades do Brasil”, frisa o líder da Bancada, deputado Leur Lomanto Jr. (PMDB).
O deputado estadual Pablo Barrozo (DEM), disse que a prefeitura, na gestão do prefeito ACM Neto (DEM) deu os primeiros passos para a instalação do metrô ao abrir mão do ISS sobre os serviços, além de ter reduzido o percentual do tributo para o transporte de 5% para 2%. O município também cedeu ativos à CCR e ao governo do estado, além de ter cedido terrenos para viabilizar a obra. 
“É essa parceria entre o governo federal e a prefeitura que tem feito o metrô se tornar uma realidade e com certeza vai concretizar outras melhorias para a capital baiana, a exemplo do BRT que está a caminho”.
Matérias relacionadas

Classificação Indicativa: Livre