Política

Correligionário de Lula, Rui revela que não viu depoimento do ex-presidente

[Correligionário de Lula, Rui revela que não viu depoimento do ex-presidente]
11 de Maio de 2017 às 16:30 Por: Paulo M. Azevedo/BNews Por: Guilherme Reis e Aparecido Silva

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), revelou nesta quinta-feira (11) que não assistiu ao depoimento do ex-presidente Lula, seu correligionário, ao juiz federal Sérgio Moro no âmbito da Lava Jato. “Não acompanhei. Um depoimento de cinco horas, confesso que eu estava trabalhando, mas o que tenho a dizer é que deixo minha solidariedade ao ex-presidente Lula”, disse.

Rui, no entanto, afirmou que o ex-presidente tem sido alvo de perseguição. “Só tem um homem, talvez, na história do Brasil que tenha sido tão perseguido como o presidente Lula, que foi o ex-presidente Getúlio Vargas que veio ao suicídio. Mas, depois dele, nenhum outro brasileiro foi tão perseguido como está sendo o ex-presidente Lula”, considerou após ser questionado pelo BNews momentos antes do encontro com governadores do Nordeste no Centro de Operações da Secretaria de Segurança Pública, no Centro Administrativo da Bahia.

“Ontem ele exerceu o livre direito de se defender. Não vi o depoimento na íntegra, então não quero fazer comentários pontuais. Mas, deixo minha solidariedade a ele”, disse Rui Costa, que criticou a atuação de juízes que possuem, segundo o petista, lados partidários: “Não gosto de generalização, mas alguns juízes tem se comportado mais como lideres partidários. Tem sido mais uma disputa político-partidária do que um julgamento jurídico”.

 

Publicada originalmente às 9h

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar