Política

Jânio Natal é absolvido no TJ-BA em ação por irregularidade em licitação

[Jânio Natal é absolvido no TJ-BA em ação por irregularidade em licitação]
15 de Maio de 2017 às 18:29 Por: Redação BNews

O deputado estadual Jânio Natal (PTN) foi absolvido na ação que respondia no Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) por irregularidades em licitação quando foi prefeito na cidade de Porto Seguro, no ano de 2008.

Por maioria, os desembargadores integrantes do Tribunal Pleno do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia decidiram decretar a extinção da punibilidade ao ex-prefeito por conta da "prescrição da pretensão punitiva". O desembargador Baltazar Miranda Saraiva discordou do relatório do colega Júlio Cezar Lemos Travessa e emitiu voto vista. 

A ação penal foi movida pelo Ministério Público do Estado da Bahia após representação para a abertura do inquérito encaminhada pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). As irregularidades praticadas pelo parlamentar na gestão municipal foram elencadas no relatório do conselheiro do TCM Fernando Vita, cujo voto foi no sentido de enviar uma representação ao Ministério Público para se apurar o fato, destacando, entre outras irregularidades, a ausência de comprovação de despesa num total de R$ 90.504,33, ausência de licitação no montante de R$ 1.176.852,17 e ausência de licitação por fragmentação do objeto no valor de R$ 53.511, 77.

Ainda foram constatados gastos excessivos com combustível, material gráfico, locação de máquinas, veículos, equipamentos, publicidade, serviços contábeis e de informática, além de outros serviços de assessoria e consultoria, assim como irregularidade na aquisição de gêneros alimentícios, tendo como credora a empresa Betopão Comercial LTDA além de outras despesas, também excessivas, com telefonia celular para servidores municipais e pagamentos de diárias a servidores sem a respectiva comprovação.

Em seu voto vista, o desembargador Baltazar Miranda afirmou que todos os fatos narrados na representação feita pelo TCM ao MP "estão registrados em documentação técnica que revela voluntária incúria delituosa do mandatário à frente da gestão dos recursos".

Notícias relacionadas:

Deputado perde foro privilegiado e TJBA repassa investigação de crimes ao MP
Ação contra deputado Jânio Natal deve ser julgada no fim desse mês no TJ-BA

 

Publicada originalmente às 7h

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar