Política

Prefeito cassado em Amargosa assume cargo na subchefia de gabinete de Neto

Rosalvo Jonas Borges Sales (PV) foi cassado em 2013 pela Câmara de vereadores da cidade

Publicado em 15/05/2017, às 15h44        Chayenne Guerreiro e Juliana Nobre

O prefeito ACM Neto (DEM) nomeou na sexta-feira (12), para o cargo de Assessor Especial III, da Subchefia de Gabinete, o ex-prefeito de Amargosa, Rosalvo Jonas Borges Sales (PV), cassado em 2013 pela Câmara de Vereadores da cidade.

Na época, o motivo do afastamento foi à falta de decoro parlamentar, omissão na defesa do erário público e prática de atos ilegais. O caso de Rosalvinho estampou as principais revistas do país e ele chegou a ser considerado  um dos prefeitos mais corruptos do Brasil depois do Ministério Público da Bahia o denunciar por caixa dois, emissão sistemática de cheques sem fundos, desvio de verbas e fraudes de licitações.

O ex-prefeito agora vai trabalhar na equipe do chefe de gabinete, João Roma, e deve receber um salário de R$ 11 mil reais.

O BNews entrou em contato com a secretaria de comunicação da prefeitura que afirmou não encontrar impedimentos para a nomeação do ex-prefeito. Ainda foi informado que há incoerências nas informações divulgadas, já que Rosalvinho não teria sido cassado e concorreu as eleições em 2016, normalmente. Ainda de acordo com a secretaria, não há impedimentos "morais" na nomeação.

Classificação Indicativa: Livre