Política

Brasil precisa investir R$380 bi para equilibrar saneamento básico até 2033

[Brasil precisa investir R$380 bi para equilibrar saneamento básico até 2033]
16 de Maio de 2017 às 11:44 Por: Ana Volpi / Agência Senado Por: Redação BNews
Uma audiência no Senado para debater as ações do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em saneamento básico revelou números e desafios alarmantes para o País. São mais de 30 milhões de brasileiros sem acesso a fontes regulares de água potável e metade da população do país sem coleta de esgoto.
 
Para enfrentar essa situação, o Brasil precisa investir algo em torno de R$ 380 bilhões para universalizar o saneamento básico até o ano de 2033. Conduzida pelo senador Roberto Muniz (PP-BA), o debate na Comissão de Infraestrutura da Casa, na noite desta segunda-feira (15), mostrou que a saída seria a uma atuação conjunta do poder público e do setor privado.
 
Segundo representantes BNDES, atualmente 11 estados já estão com os processos avançados para definir qual modelo de parceria entre os setores público e privado é o melhor para cada caso: concessão, parceria público-privada (PPP), privatização ou outros.
 
Das 25 empresas estaduais de saneamento, apenas seis têm atualmente parcerias com o setor privado. A informação é do vice-presidente da Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água e Esgoto (ABCON), Alexandre Lopes. Estudo da entidade aponta que a inciativa privada está em 322 municípios, com 30 milhões de pessoas beneficiadas.
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar